Petrolina: o sertão que dá uva e atrai turistas

Por Élida Maria

GPS UvasO sol intenso, típico das cidades do sertão, não diminui as belezas e os atrativos turísticos da cidade de Petrolina, Sertão pernambucano. O lugar, que fica a cerca de 730 km do Recife recebe turistas o ano todo e é considerado a ‘Princesa do Sertão’. Quem passa pelo local tem a oportunidade de ver desde a cidade velha, que é uma das marcas históricas do município, até inúmeras plantações de uvas, por exemplo, que mesmo com o calor não deixa de dar frutos o ano inteiro, graças ao uso da irrigação.

A cidade de Petrolina possui atualmente mais de 300 mil habitantes e é um dos principais polos do Sertão do São Francisco. O lugar é vizinho de Juazeiro da Bahia, que em cinco minutos de barquinha por meio do Rio São Francisco ou através de veículo cruzando a ponte, se consegue chegar e terras baianas.

Entre os atrativos destacam-se mais de 20 opções como os lugares próximos ao ‘Velho Chico’: Portal do Rio, Orla da Cidade, Ponte Presidente Dutra, Ilha do Massangano, Ilha do fogo, Ilha do Maroto, Ilha da Amélia, Balneário de Pedrinhas e Ilha do Rodeador. Já entre os lugares religiosos, comerciais e culturais pode-se encontrar as Igrejas Matriz e Catedral, Centro de Artesanato Ana das Carrancas, Centro Comercial, Centro de Artesanato Celestino Gomes, Museu do Sertão, River Shopping, Centro de Convenções e Oficina do Artesão Mestre Quincas.

Foto: Gilson PereiraOutros lugares muito visitados são a Antiga Estação Ferroviária, Biblioteca Municipal, Terminal Rodoviário, Parque Municipal Josefa Coelho, Roteiro da Uva e do Vinho, Serrote do Urubu, Trilha da Caatinga e Bodódromo. Este último é um espaço formado por um conjunto de restaurantes onde a especiaria principal é a carne de bode e de carneiro. Porém, há outros tipos de carnes e também frango, peixes e um bom vinho, entre outras opções. Dificilmente alguém passa pela cidade sem conhecer as delícias de lá.

Entre todos esses pontos visitáveis quem pretende conhecer um pouco mais da história da cidade não pode deixar de passar nos lugares mais antigos do município. São eles: Igreja do Sagrado Coração de Jesus, Ponte Presidente Dutra, Igreja Nossa Senhora Rainha dos Anjos, Museu do Sertão, Petrolina Antiga, Oficina do Artesão Mestre Quincas, Centro de Convenções Senador Nilo Coelho e o Centro Gastronômico Bodódromo.

Conhecido nacionalmente, o Rio São Francisco é um dos locais que muitas pessoas têm vontade de conhecer. Segundo o secretário de Turismo da cidade, Iuric Pires, há mais de uma opção que permite trafegar pelo rio. “Há três tipos de embarcações para passeios turísticos. O vapor do vinho, Catamarãs e lanchas”, cita o gestor.

Foto: Gilson PereiraOutro atrativo muito procurado pelos visitantes são as plantações de uvas e de manga. Conhecida por suas temperaturas elevadas e com poucas chuvas durante o ano, o sol não atrapalha os produtores de frutas da cidade. Na ‘Princesa do Sertão’ há alternativas de conhecer de perto tanto as plantações como as vinícolas que exportam vinho para vários locais. Para conhecer melhor os ambientes citados, os turistas podem aproveitar o ‘vapor do vinho’. O nome é dado a um passeio de transporte multimodais. No lazer há um ônibus que realiza visitação em fazendas que produzem uva e manga, além de realizar visitas às vinícolas da região.Foto: Gilson Pereira

Segundo Pires, o visitante que chega a cidade não desproverá de informações. “A Secretaria de Turismo de Petrolina, que funciona no Centro de Convenções, serve também como centro de informações turísticas. O município possui folder turístico e estão sendo feitos outros meios de divulgação como um vídeo promocional/institucional. Além disso, a secretaria busca convênios e patrocínios com o Ministério do Turismo, através do Sistema de Convênio (Siconv), para melhor investir na infraestrutura da cidade”, explicou o secretário que lembrou ainda que é possível ser disponibilizado mapas, indicações e telefones úteis aos turistas.

Museu do Sertão – Apesar de ser o único museu da cidade, o espaço é aconchegante e conta um pouco da história do homem sertanejo. No local pode-se desfrutar de um acervo religioso com objetos que relembram o homem ribeirinho/sertanejo e alguns animais da região. O museu também recebe exposições itinerantes que são expostas periodicamente. Para usufruir do espaço basta apenas se deslocar para o local que possui entrada gratuita.

Festividades – A principal comemoração popular da cidade que atrai pessoas de vários locais do Brasil e do mundo é o São João. Como costume nas cidades do interior no período do mês de junho, diversas bandas sobem no palco e animam moradores e visitantes com o ritmo tradicional do forró e com outros segmentos musicais que são incorporados ao longo do tempo como o sertanejo, MPB, brega, entre outros.Foto: Gilson Pereira

Durante a festa junina Petrolina oferece 15 dias de comemorações, que proporcionam além das músicas, comidas típicas, passeios temáticos de barco e outras atividades como a Pedalada do Forró, Fusqueata do Forró, a Jecana e o forró da espora. Além do São João, outras celebrações movimentam a cidade como o carnaval, o Motochico, o Festival Primavera e o Réveillon.

Gastronomia – As principais especiarias gastronômicas do local são o bode, típico animal criado pelos produtores da região e o vinho das próprias plantações de uvas. Mas, além das comidas ‘chefes da casa’ os Peixes (surubim e cari), a cozinha internacional e os pratos com frutas da região são muitos servidos nos restaurantes.Foto: Gilson Pereira

Particularidades – Segundo o secretário de Turismo, Petrolina faz parte da região do sub médio do São Francisco e apresenta a maior taxa de crescimento econômico da região Nordeste. “Localizada em pleno Sertão, as margens do Rio São Francisco, tem a agricultura como principal atividade sendo a maior exportadora de frutas do Brasil. A cidade possui o Aeroporto Senador Nilo Coelho com capacidade para aterrissagem diárias de aeronaves de grande porte, mão de obra especializada e reúne todas as condições para o retorno rápido dos investimentos produtivos.”, expõe Iuric Pires.

Rede hoteleira – Na região há 30 hotéis que em média ofertam mais de 3.500 leitos.Foto: Gilson Pereira

Como chegar – Diariamente chegam a Petrolina cerca de oito voos. Quem sai de Recife ou de Salvador leva apenas 1h10 minutos até a cidade e tem opção de voos diretos sem interrupções de escalas. Quem prefere ir a carro, os principais acessos são as BRs 122, 116, 232 e 428. Outra opção para chegar ao município é por meio de ônibus. Todos os dias há coletivos da empresa Progresso que saem da Rodoviária do Recife até o município do Sertão. Neste caso, a viagem pode durar de 10h até 14h dependendo do horário escolhido. Os valores das passagens giram em torno de R$ 130,00.

Fotos: Gilson Pereira

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s